A Secretaria de Educação e Cultura da Prefeitura Municipal de Descalvado emitiu uma nota de esclarecimento a respeito de denúncias feitas por um vereador durante a sessão legislativa do último dia 16 de maio. De acordo com a nota, o fato ‘desagradável’ teria dado a entender estaria havendo falhas na direção e fiscalização de uma unidade escolar, denúncia que segundo a nota, estaria equivocada.

Segundo a pasta, parte das imagens mostradas pelo vereador durante a sessão legislativa realmente foram produzidas dentro da escola, porém em uma aula de ciências e sob a supervisão de um docente. Já os demais episódios apresentados aconteceram fora dos muros da escola, inclusive, na casa de um dos alunos, o que torna impossível para a direção da unidade escolar fiscalizar ou agir.

Veja a íntegra da nota abaixo:

INCIDENTE DESAGRADÁVEL NO LEGISLATIVO LOCAL

Ocorreu um fato bastante desagradável durante a sessão do legislativo local, no dia 16 de maio. O vereador Reinaldo Rodrigues da Cruz apresentou imagens e vídeos sobre supostos problemas de comportamento e indisciplina com alunos da EMEF CAIC “Dr. Cid Muniz Barreto”, bairro Morada do Sol, entre outras questões. Em um vídeo, alguns alunos, dentro de uma sala de aula da referida escola, colocavam fogo em um spray do tipo “aerossol”; o vereador afirmou “onde estão os responsáveis por esta escola”? “onde está a diretora”? Seguiram-se outras imagens e comentários: é apresentada uma suposta arma de fogo, aparentemente em uma cozinha de residência; dois alunos brigando na rua; um grande “cigarro”, aparentemente de substância tóxica.

As imagens da sala de aula ocorreram em uma aula de Ciências, no 9º Ano, período matutino, ainda no primeiro bimestre do presente ano letivo, com a supervisão do docente. Em relação aos demais questionamentos: a arma de fogo, que é de brinquedo, realmente foi filmada em uma residência (sem a respectiva família saber do seu uso); a briga entre os dois alunos ocorreu efetivamente, fora da área escolar; a imagem do grande “cigarro”, após uma rápida pesquisa, foi identificada na rede mundial de computadores (internet).

O vereador foi convidado a ir conversar na unidade escolar. Os pais dos alunos, bastante incomodados com os fatos e a exposição dos seus filhos, enviarão uma carta ao vereador solicitando explicações.

A Secretaria de Educação e Cultura apoia e valoriza muito a atividade circense, sem dúvida. Entretanto, somente aquela que é realizada sob uma lona, dentro de um contexto cultural.”