O vereador Daniel Bertini (Podemos) quer que a Secretaria de Esportes, Lazer e Turismo (SELT) e a Diretoria de Cultura voltem a promover eventos voltados ao lazer e entretenimento da população, com atrações musicais e artísticas presenciais em Descalvado.

Segundo ele, com a flexibilização das medidas de prevenção à covid-19, a volta de tais eventos se faz necessária para “movimentar a economia e o setor cultural que foi muito afetado pela pandemia”.

Para o vereador, dentre os prejuízos econômicos desencadeados pela pandemia, um dos setores mais afetados foi o artístico. “Foram aproximadamente dois anos sem eventos presenciais e, com isso, a maioria das pessoas que trabalha nesse meio acumulou dívidas”, alega.

“A população carece de eventos culturais, que dentre muitos benefícios, promovem a socialização, momentos de descontração e lazer, além de movimentar a economia”, diz.

Placas de Identificação

Daniel solicita a instalação, com urgência, de placas com a nomenclatura das ruas do Município. “Nossa cidade cresceu muito e vários bairros e novas vias surgiram, entretanto, muitas pessoas ainda encontram dificuldades para que consigam se localizar”, aponta.

“A mesma situação ocorre também em bairros antigos, já que as placas de denominação de vias e logradouros públicos em muitos locais estão deterioradas ou foram retiradas pela ação dos vândalos”.

Médico Veterinário

Daniel solicita ao Executivo a contratação de médico veterinário para que o Município possa implantar o Sistema Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Animal (SISBI–POA).

A ideia, de acordo com ele, é padronizar e harmonizar os procedimentos de inspeção de produtos de origem animal para garantir a inocuidade e segurança alimentar. “É importante a implantação, pois o Município precisa cumprir o percentual mínimo na aquisição de gêneros alimentícios da agricultura familiar”, frisa.

Daniel observa que “para a aquisição de produtos de origem animal sem a inspeção municipal há riscos de suspensão do processo de aquisição de alimentos, prejudicando produtores e consumidores”.

O vereador entende que “a implantação do SISBI-POA traria benefícios para o Município no que tange aaquisição de produtos da agricultura familiar para merenda escolar”.