No último dia 15 de dezembro, o prefeito Becão (PL) – acompanhado do Secretário de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (SEMARH), Valdecir Marcolino – esteve na sede do Departamento de Águas e Energia Elétrica (DAEE), em Ribeirão Preto, oportunidade em que assinou mais um convenio junto ao governo do Estado de São Paulo, que prevê a liberação de novos e importantes investimentos para o abastecimento de água no município de Descalvado.

De acordo com o Chefe do Executivo Municipal, a cidade de Descalvado foi um dos 120 municípios paulistas que foram contemplados pelo programa do governo estadual denominado “Água É Vida”, do qual prevê investimento da ordem de R$ 1 milhão para a perfuração de um novo poço de 250 metros de profundidade e a construção de um reservatório com capacidade de 200 metros cúbicos, de forma a reforçar o sistema de abastecimento de água local.

Graças a um pedido da nossa administração, a cidade de Descalvado foi inserida em um dos quatro eixos do programa Água É Vida do governo estadual. Assim, dentro do eixo Águas Subterrâneas, o Estado vai investir um milhão de reais para a perfuração de um novo poço tubular de 250 metros de profundidade, bem como para construir um novo reservatório de 200 mil litros. Esta é mais uma ação que estamos colocando em prática para amenizar os impactos sentidos durante os períodos de estiagem, mas ressalto que ainda há muito a ser feito nesta área, de modo a evitar que num futuro próximo a cidade de Descalvado não sinta os efeitos de um racionamento de água”, explicou o prefeito Becão.

A previsão é de que as obras sejam iniciadas em março de 2022, após a fase de estudos para a definição do local onde será perfurado o novo poço.

SOBRE O PROGRAMA ÁGUA É VIDA

Lançado pelo governador João Doria (PSDB) no início de outubro, o programa “Água É Vida” pretende reforçar a segurança hídrica e beneficiar mais de 2,1 milhões de pessoas em todas as regiões de São Paulo. O Estado vai investir R$ 400 milhões em ações como perfuração de poços profundos em 120 cidades e a revitalização de 3 mil quilômetros de rios ao longo de 260 municípios.

O Governo de São Paulo soluciona problemas do presente e planeja soluções para o futuro em todas as áreas, e o meio ambiente é uma das principais”, afirmou Doria. “Temos que proteger as bacias, águas subterrâneas e os rios. Aqui não há conflito entre meio ambiente e agronegócio, estabelecemos diálogo e construção de propostas. O programa ‘Água É Vida’ é um exemplo disso”, reforçou o Governador.

Coordenado pela Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente, o “Água é Vida” está dividido em quatro eixos principais: “Águas Subterrâneas”, “Rios Vivos”, “Barramentos” e “Cooperação Técnica com a Secretaria de Agricultura e Abastecimento”.