O vereador Vagner Basto (Republicanos) indica à Secretaria Municipal de Saúde a realização de mutirão para exames de prevenção e identificação de câncer de mama para conscientizar e mobilizar as mulheres para o diagnóstico precoce da doença, se possível ainda neste “Outubro Rosa”.

Vaguinho salienta que “realizada desde a década de 1990 no mundo todo, a campanha ‘Outubro Rosa’ tem o objetivo de conscientizar as mulheres sobre os riscos do câncer de mama e a necessidade da realização de exames preventivos anualmente”.

O parlamentar explica que “o câncer de mama é uma doença causada pela multiplicação desordenada de células anormais da mama, que forma um tumor com potencial de invadir outros órgãos”.

Há, conforme Vaguinho, vários tipos de câncer de mama. “Alguns têm desenvolvimento rápido, enquanto outros crescem lentamente. A maioria dos casos, quando tratados em tempo oportuno, apresentam bom prognóstico”, diz.

Mamografia

A grande maioria das pessoas acredita que apenas a mamografia é capaz de identificar o câncer de mama, porém, os exames de toque e ultrassonografia também são essenciais para a descoberta da doença”, alerta.

Há também o mito de que a realização dos exames de rotina é necessária somente após os 40 anos, o que faz com que muitas mulheres não descubram a doença precocemente”.

Vacinação

Vaguinho solicita da Secretaria de Administração o envio à Câmara Municipal da relação dos servidores municipais que ainda não tomaram a primeira dose da vacina contra a covid-19. O vereador quer saber ainda sobre o motivo de os funcionários do Almoxarifado Municipal não fazerem uso de máscaras, obrigatório em todos os locais.

“A vacinação vem demonstrando grande eficácia para o controle da pandemia, tanto que gradativamente vemos o número de vítimas diminuindo a vida voltando ao normal”, diz.

Algumas pessoas ainda mantêm certa resistência com relação à vacinação e, com isso, comprometem a saúde e a segurança das pessoas ao seu redor, principalmente no ambiente de trabalho”.

Além disso, prossegue o parlamentar, “a resistência também existe com relação ao uso obrigatório de máscara de proteção individual, que inclusive é lei federal”.

Escoamento de Águas Pluviais

Vaguinho solicita que a Secretaria de Obras e Serviços Públicos informe as ações que vem sendo adotadas para diminuir ou sanar a deficiência no sistema de escoamento das águas pluviais do Bosque do Tamanduá.

De acordo com ele, são recorrentes os alagamentos no bairro, sobretudo na Rua Ambrósio de Mendonça e imediações. “Os moradores convivem há anos com a água adentrando suas residências em dias de chuva forte”, afirma.