Marcelo Figueiredo sugere ao Secretário de Esportes, Betinho Bonani, que estude a possibilidade de revitalizar a fachada do Ginásio de Esportes “Oswaldo Cardoso” e reposicionar o estacionamento para bicicleta, motos e autoridades.

O Ginásio de Esportes “Oswaldo Cardoso” é um dos espaços mais frequentados pela população, para a prática de atividades esportivas, de lazer e entretenimento.

Marcelo considera que pela popularidade e funcionalidade do Ginásio de Esportes aos descalvadenses, a revitalização da sua fachada seria de grande valia.

A delimitação do espaço de estacionamento destinado às motos e bicicletas em novo local ajudaria a organizar o acesso ao ginásio e o trânsito em seu entorno”.

Semáforo na Whitacker

Em indicação, Figueiredo pede ao Setor Municipal de Trânsito que estude a possibilidade de instalar semáforo no cruzamento da Rua Cel. Arthur Whitacker com a Rua Humberto Gabrielli, em virtude do intenso fluxo de veículos e pedestres naquela região.

A Rua Cel. Arthur Whitacker centraliza grande parte do comércio da cidade e, por isso, possui um fluxo de veículos muito intenso durante todo o dia. “Esse trecho de cruzamento da via com a Rua Humberto Gabrielli é muito utilizado por frequentadores da Praça São Benedito, onde acontece a tradicional Feira Legal e, também, por sócios do CERD – Clube Esportivo e Recreativo Descalvadense”, frisa.

Como trata-se de trânsito não apenas de veículos, mas também de pedestres que encontram grandes dificuldades em fazer a travessia no cruzamento, o risco de acidentes no trecho em questão é iminente.

Calçamento na Avenida Descalvado

Como mais uma opção para caminhadas na cidade, Marcelo Figueiredo sugere ao Poder Executivo, a construção de calçamento nas extremidades do canteiro ao longo de toda a Avenida Descalvado, para que os cidadãos possam usar aquele espaço para a prática de corrida, caminhada, ciclismo, dentre outras atividades físicas.

A sugestão é que o longo canteiro central coberto por grama já existente na avenida seja substituído por bloquetes que permitam as pessoas transitarem por ele com segurança. “Um espaço tão amplo poderia ser melhor aproveitado para a prática de atividades esportivas pelos descalvadenses, que cada vez mais buscam por espaços ao ar livre, sobretudo, no contexto da pandemia de COVID-19”.