O vereador Mir Valentim (Cidadania) reivindica a contratação de médicos pneumologista, psiquiatra e neurologista parta atender a demanda de pacientes da rede municipal de Saúde.

Segundo ele, há mais de um ano, o Município está sem médico neurologista para o atendimento de pacientes no Centro de Especialidades Médicas (CEME), “apesar de ter médico para ser chamado por meio do concurso público”.

Mir lembra que “com relação à Lei n.º 173/21, que veda o aumento de despesas com pessoal do Poder Público, a mesma permite a contratação por vacância, que é o caso”.

O parlamentar destaca que “devido à pandemia de covid-19, doença que afeta principalmente a parte respiratória e pulmonar, deixando muitas sequelas, o aumento da demanda por médico pneumologista cresceu abundantemente”.

Outra especialidade que vem sendo muito procurada é a psiquiatria, de acordo com ele. “O Município conta apenas com um médico da especialidade que atende aos sábados de forma temporária”, aponta.

Manutenção Asfáltica

Mir solicita urgência para serviços de manutenção do asfalto na Rua 22 de Abril entre as Ruas 13 de Maio e Rua Nicolau Antônio Lobo, que está com o pavimento asfáltico todo danificado, tomado por buracos e imperfeições.

A situação da Rua 22 de abril é alarmante, uma vez que a via é um dos principais acessos aos bairros Recanto dos Ipês I e II e, portanto, possui um grande fluxo de veículos e pedestres diariamente”, diz.

Ali, o risco de acidentes é muito grande, visto que para desviar dos buracos e evitar que os veículos sejam danificados, os motoristas fazem diversas manobras perigosas”.

O parlamentar lembra que “em junho deste ano, fiz esse mesmo pedido ao Executivo e como resposta, foi informado que o serviço seria realizado de acordo com o cronograma físico e financeiro”.

Para Mir, “apesar da necessidade de existir um cronograma para a execução dos serviços, é preciso avaliar constantemente as prioridades, atendendo às demandas de maior urgência”.

Pintura de Faixas na Bom Jesus

Mir indica pintura de faixas de pedestres em todos os cruzamentos da Avenida Bom Jesus, para ele, atualmente a via de maior fluxo de veículos em Descalvado. A via foi recapeada no último mês, mas nem todos os cruzamentos possuem faixa de pedestres.

Os transeuntes que necessitam fazer a travessia pela Bom Jesus, principalmente no período de maior movimento, têm encontrado grande dificuldade em fazer a passagem de modo seguro”, observa.  “O maior agravante é que existem escolas, creches e até mesmo a Santa Casa e o Pronto Socorro Municipal próximos à via”.