O vereador Mir Valentim (Cidadania) sugere à Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (SEMARH) a construção de uma Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) compacta no Bosque do Tamanduá.

Mir alega que a atual estação elevatória de esgoto do bairro encontra-se em condições ruins e já não cumpre sua função, gerando inúmeros transtornos a quem reside na região.

As bombas de sucção utilizadas já tiveram seu funcionamento paralisado, ocasionando transtornos enormes aos moradores do local, com o retorno do esgoto para o interior de suas casas”, diz.

À medida que as bombas de sucção vão envelhecendo, exigem mais manutenção e preocupação para o Município, inclusive com probabilidade de ocorreram novas interrupções”.

As estações elevatórias são necessárias, explica Mir, quando o bairro está abaixo do nível de coleta da rede, ou seja, é preciso bombear o fluxo de esgoto para um nível mais elevado, para que este siga pela ação da gravidade até a estação de tratamento.

Santa Casa

Mir solicita à Provedoria da Santa Casa que informe se o atual quadro de funcionários atende à demanda de pacientes e serviços ou se está deficitário. Ele quer saber ainda se existe a dificuldade de contratação de profissionais em razão das remunerações pagas atualmente pela instituição.

O parlamentar relata ter recebido reclamações de que estariam faltando funcionários e a equipe que segue trabalhando está sobrecarregada, tanto no que tange ao Pronto Socorro quanto no que se refere à Santa Casa.

De acordo com Mir, desde o início da pandemia de covid-19, o mercado de trabalho para os profissionais de saúde cresceu significativamente e há notícias de que, devido à diferença salarial com relação a outras cidades da região, a Santa Casa perdeu excelentes enfermeiros e técnicos de enfermagem.