Subscribe Now

* You will receive the latest news and updates on your favorite celebrities!

Trending News

02 ago 2021

Blog Post

Santa Casa amplia Ouvidoria e disponibiliza número de whatsapp para relacionamento com usuários
Destaque

Santa Casa amplia Ouvidoria e disponibiliza número de whatsapp para relacionamento com usuários 

Dúvidas, sugestões ou reclamações agora podem ser feitas via whatsapp, e-mail, site ou pessoalmente

A administração da Irmandade da Santa Casa Misericórdia de Descalvado ampliou os canais de sua Ouvidoria, visando uma melhor comunicação entre a entidade, usuários e a população em geral. Além do formulário no site institucional e de manifestações in loco, agora é possível fazê-las através de Whatsapp e também e-mail específico.

O objetivo é democratizar o acesso dessa ferramenta, propiciando diversas maneiras dos cidadãos esclarecerem suas dúvidas, apresentarem sugestões e reclamações, como forma de contribuir para a melhoria contínua e aprimoramento dos serviços prestados pela Santa Casa, Pronto Socorro e setores afins.

Para registrar a sua manifestação, o usuário pode enviar uma mensagem instantânea para o número de Whatsapp (19) 3583.2542 ou ainda, e-mail para ouvidoria@santacasadedescalvado.com.br. No site www.santacasadedescalvado.com.br, há um formulário específico para esse tipo de contato.

As informações recebidas pela equipe de ouvidoria serão encaminhadas aos setores responsáveis e à administração da entidade, visando solução da questão apontada pelo cidadão. O prazo para um retorno será de até 72 horas dentro de um expediente de dias úteis. A princípio, os encaminhamentos pelos usuários devem ser feitos de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h.

O nosso trabalho é conhecer melhor a opinião da população em relação à Santa Casa, Pronto Socorro e demais serviços prestados pela entidade e buscar, junto à Provedoria, Mesa Administrativa, gestores, médicos e funcionários, aprimorar ainda mais a qualidade do atendimento. Nossa busca pelo melhor à população descalvadense é contínua”, explica a administradora hospitalar, Michelle Líbero.

Related posts