Subscribe Now

* You will receive the latest news and updates on your favorite celebrities!

Trending News

27 jul 2021

Blog Post

Descalvado ultrapassa os 100 casos de Covid e autoridades emitem alerta
Covid-19. Coronavirus Outbreak Design with Virus Cell in Microscopic View on Blue Background. Vector Illustration Template on Dangerous SARS Epidemic Theme for Promotional Banner or Flyer
Destaque

Descalvado ultrapassa os 100 casos de Covid e autoridades emitem alerta 

Município também registrou a terceira morte nesta quinta-feira, dia 16 de julho.
Homem de 52 anos estava internado em um hospital de Jaú.

Em apenas seis dias, a Secretaria de Saúde e Descalvado registrou 42 novos casos de Covid-19, que agora conta com 102 casos da doença desde o início da pandemia. Além disso, nesta quinta-feira (16), a cidade registrou o terceiro óbito da doença – um homem de 52 anos de idade que estava internado na cidade de Jaú.

De acordo com a Secretaria de Saúde, a suspeita de que o aumento de casos guarda relação com o grande número de festas ou reuniões sociais familiares ou particulares, eventos clandestinos em chácaras ou imóveis locados, ou ainda aglomerações em locais públicos e a constante circulação de famílias inteiras em supermercados, por exemplo, dos quais podem estar colaborando para que o número de casos na cidade mantenha-se em um ritmo de crescimento acelerado. As autoridades estudam a possibilidade de adotarem medidas mais restritivas, na tentativa de conter o avanço do novo coronavírus.

Entre os dias 10 e 16 de julho, 42 novos casos de Covid foram registrados, que agora juntas, somam um total de 102 casos até o fechamento desta reportagem. Os novos casos confirmados que mais chamam atenção foram registrados em crianças na faixa etária entre 0 a 10 anos, que aumentaram 100% em apenas 5 dias, reforçando o alerta sobre os cuidados que precisam ser dedicados aos pequeninos. Pacientes das faixas etárias entre 31 e 40 anos e entre 41 e 50 anos somaram 16 novos casos (8 em cada grupo), assim como foram registrados 7 novos casos da Covid-19 em pacientes com idade entre 21 e 30 anos. Os idosos estão entre os grupos que menos registraram aumento de casos no período analisado.

As autoridades de saúde do município estão cada vez mais preocupadas e em alerta com o número de infectados, cujos indicadores apontam para um aumento em grande escala a cada semana. De acordo com a Vigilância Epidemiológica, a realização de festas particulares e comemorações familiares têm demonstrado o quanto uma parte da população ainda não se conscientizou sobre a importância do distanciamento social, e os riscos que a aglomeração de pessoas traz para todo o núcleo familiar.

Outra preocupação tem sido quanto aos pacientes que testaram positivo para a Covid-19 e que por não apresentarem sintomas graves da doença, estão desrespeitando as orientações das equipes de saúde para a necessidade de não saírem de suas residências. Pacientes com quadros leves, suspeitos ou confirmados, devem permanecer isolados no domicílio para conter a transmissão do vírus durante 14 dias do início dos sintomas. Nestes casos, o paciente e seus familiares são orientados sobre a importância do isolamento domiciliar e sobre os cuidados no domicílio, como por exemplo, a higiene das mãos, os cuidados ao tossir, a limpeza dos ambientes compartilhados (banheiros), a limitação de movimentos dentro da casa e para sair.

Veja abaixo quais devem ser os cuidados de prevenção a serem tomados durante o isolamento domiciliar:

– O paciente com suspeita deve ficar em quarto isolado, e quando não for possível, manter distância de pelo menos um metro;

– Não receber visitas;

– Limitar sua circulação pelo ambiente;

– Manter o ambiente sempre ventilado;

– Etiqueta respiratória deve ser praticada por todos;

– Usar máscara quando estiver no mesmo ambiente que o paciente;

– O paciente deve fazer uso de máscara;

– Evitar contato direto com fluidos corporais;

– Usar toalhas descartáveis, ou trocar a toalha de pano sempre que estiver úmida;

– Evitar compartilhamento de escovas de dente, talheres, pratos, bebidas, toalhas ou roupas de cama;

– Os resíduos (lixo) gerados pelo paciente ou no cuidado prestado a ele devem ser descartados em lixeira com saco de lixo, que fique no quarto do paciente ou próximo dele.;

– Não misturar com outros resíduos domésticos;

– Talheres, pratos e copos devem ser limpos com água e sabão ou detergente comum após o uso e podem ser reutilizados;

– As mãos devem ser lavadas sempre após tocar em objetos usados pelo paciente ou após cuidados prestados a ele.

CASOS MODERADOS

Os casos moderados, com suspeita ou confirmação de COVID-19, que apresentam sinais clínicos de pneumonia, mas sem sinais de pneumonia grave, podem ser acompanhados ambulatoriamente, de preferência na UBS, e em isolamento domiciliar, ou podem ser internados nos leitos dos hospitais de referência para COVID 19 no município ou região.

As recomendações para casos moderados são as mesmas em relação aos casos leves, porém o monitoramento e avaliação de sintomas e sinais de agravamento do quadro clínico devem ser mais rigorosos. Importante que os pacientes e seus familiares estejam bem orientados a procurarem imediatamente o serviço de saúde, UBS ou Unidades de Pronto Atendimento, quando do surgimento desses sintomas e sinais. Recomenda-se que pacientes com quadros moderados, mas em situação de maior vulnerabilidade, sejam internados em enfermarias, para evitar internações em fases avançadas da doença.

Related posts