O vereador Luisinho Panone (PSDB) defende que o Executivo promova doação de carneira e isenção da taxa de sepultamento a famílias com renda de até um salário mínimo, e aos servidores municipais que recebam a referência salarial inicial.

A sugestão é para que a doação seja feita a famílias que estejam cadastradas mediante triagem na Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social.

Luisinho aponta que “o valor de uma carneira, juntamente com a taxa de sepultamento, tem um custo considerável, que se soma a outros, em um momento de dor e aflição de famílias que perderam um ente querido”.

Para o parlamentar, “um salário mínimo é insuficiente até mesmo para atender à moradia e à alimentação de uma família, ficando outras necessidades totalmente fora do poder aquisitivo dos trabalhadores e trabalhadoras que têm somente este rendimento”.